Meu livro - Visitem

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Símbolo do meu blog - Tsuru

Foto - Rose Nakamura- Quadro feito de Oshibana
numa exposição que tive o prazer de visitar
Símbolo - Tsuru

Sadako Sasaki
Desconheço a autoria


Quando lançaram a bomba atômica em Hiroshima, Sadako Sasaki estava para completar dois anos. Aparentemente ilesa, escapou com a mãe e o
irmão mais velho. Na fuga, foram encharcados pela chuva preta radioativa que caiu ao longo do dia.
Até a idade de doze anos, Sadako aparentava estar normal, uma menina saudável.
Estudava e brincava como outras crianças e uma das coisas que mais
gostava era correr.
Destacava-se nas corridas do colégio, quando de repente, começou a
sentir tonturas. Não disse a ninguém, achou que poderia ser um desgaste provocado pelo exercício.

Certa manhã, ela sentiu-se tão mal que caiu e ficou estendida no chão.
Levaram-na para um hospital da Cruz Vermelha. Sadako estava com
leucemia, o câncer do sangue, agora chamado "doença da bomba atômica".

Outras crianças de Hiroshima começaram a apresentar os mesmos
sintomas decorrente da radiação recebida pela descarga da bomba.
Quase todos morriam e Sadako ficou assustada, pois não queria morrer. Sua melhor amiga, em uma visita ao hospital, contou-lhe da lenda dos pássaros, e fez uma dobradura representando um tsuru.
Sadako resolveu fazer os mil tsurus.
Sem ficar zangada ou entregar-se, prosseguia lentamente dobrando.
Sadako disse dos tsurus: "Eu escreverei paz em suas asas e você voará o mundo inteiro." Enfraquecida, Sadako não teve força para dobrar os mil pássaros, em 25 de Outubro de 1955, rodeada por sua família, ela montou seu último tsuru e dormiu placidamente pela última vez.

Todos estavam admirados com sua determinação e paciência.

Seus colegas de classe dobraram os pássaros que faltavam para que fossem enterrados com ela.



A história de Sadakko


Monumento
de Sadakko



Na base do monumento é uma laje de mármore negro em que se inscreve em japonês:

"Este é nosso grito,
Esta é nossa oração:
PAZ NO MUNDO"


Alguns dados retirado deste site
Alguns dados retirados neste site - click aqui


4 comentários:

  1. Amiga
    Que bela e triste história, mas a mensagem é divina em amor. Parabéns
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Rose é emocionante esta narrativa, porém muito triste saber que a intolerância humana pode causar tanta dor e sofrimento, mesmo depois, durante as próximas gerações, mas graças a estes tristes fatos nossa persistência nos fortalece para sempre buscar a paz.
    Bjs,
    Vitor.

    ResponderExcluir
  3. Oi minha querida Rose... que linda história. Precisamos divulgar sim esta coisa doida que é fazer a paz para estar em paz....
    Lindo o símbolo e lindo o blog.
    Beijo no coração

    ResponderExcluir

Sejam bem vindos